USHUAIA – PARTE II – O QUE FAZER

O inverno em Ushuaia oferece inúmeros atrativos interessantes, os quais atendem pessoas de todas as idades, seja criança, jovem, adulto.

Assim que chegar em Ushuaia, não deixe de dar uma passada na Secretaria de Turismo para carimbar seu passaporte com os carimbos da cidade e também pegar o seu certificado com a inscrição “estive no fim do mundo”. Com certeza, uma lembrança inesquecível! Ah! E é de graça! rsrsrsr… A Secretaria do Turismo fica na avenida San Martin, n.º 674. Lá também você consegue todas as informações que precisar sobre a cidade. E a casinha onde está instalada a secretaria é um charme… rende uma foto bem bonitinha…rsrsrs…

Ushuaia - junho - 2013 112

Em poucas horas é possível ir de um ponto a outro da cidade. Andando pela avenida Prefectura Naval Argentina você terá de um lado o Canal de Beagle – de onde saem passeios de barcos – e do outro, o monumento a Los Caídos em Malvina e o Paseo del Centenario. Na avenida San Martín concentra-se o centro comercial da cidade, com lojas, alguns restaurantes, lanchonetes e casas de chocolates. Se você der sorte de pegar um dia de muita neve, verá como é gostoso andar pela cidade, tirando fotos, fazendo bonecos de neve e até se arriscando a fazer um anjinho na neve… rsrsrs… fizemos tudo isso!!!

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

O dia que você tirar para andar pela cidade, pode aproveitar para conhecer os Museus Marítimo e do Presídio. O mesmo ingresso dá acesso a ambos os museus. O Marítimo conta a história das expedições antárticas. A história vei sendo contada através de réplicas dos barcos que foram utilizados na época. Bem legalzinho! Já o Museu do Presídio é bastante interessante! Isso porque o presídio foi a primeira forma de colonização de Ushuaia. Em janeiro de 1896, a bordo do navio “1º de Mayo”, chegou em Ushuaia o  primeiro grupo formado por quatorze presidiários, os quais deram início ao “Cárcere de Reincidentes”. Ao cárcere foram enviados delinquentes autores de delitos considerados graves, muitos deles condenados a reclusão perpétua ou de longa duração. Inicialmente, o presídio funcionava em casas de chapa e galpões. Em 1902 foi iniciada a construção do Presídio Nacional, o qual chegou a alojar mais de seiscentos presidiários. Andando pelo Museu é possível conhecer os cinco pavilhões do presídio, bem como o hall central. Em algumas celas, há réplicas em tamanho original de alguns prisioneiros famosos. Quadros explicativos contam os crimes bárbaros por eles cometidos. Entrar no pavilhão cinco, que se conserva exatamente como era antigamente, chega a dar arrepio. O cheiro forte e o frio são assustadores. Vale a visita!

Imagem

Imagem

Tire um dia para conhecer o Parque Nacional Terra do Fogo e andar no Trem do Fim do Mundo.

O Trem do Fim do Mundo tem saídas diárias às 10hs da manhã e às 15hs da tarde. O trem percorre o mesmo caminho utilizado pelos presos há 100 anos, revivendo toda a história. Ao longo do seu trajeto, há um áudio que conta como tudo aconteceu. Você passa por paisagens lindas!!! Há uma parada para foto em um lugar incrivelmente belo!

É possível fazer esses dois passeios – ao Parque e no Trem – em um único dia. Neste caso, uma agência de turismo cuidará dos deslocamentos – hotel/trem/parque/hotel.

Existe transporte público para o Parque Nacional, que é o mesmo que leva até a estação do trem. Deve ser contratado em uma agência de turismo ou no próprio hotel. Há dois horários de retorno saindo do parque, um às 15 e outro às 17hs.

ImagemImagemImagemImagem

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Uma atração imperdível em Ushuaia chama-se “Fuegon Blanco” feita no Cerro Valle dos Lobos. Esse passeio é noturno. A experiência é sensacional! Dura mais ou menos umas quatro horas.

Tudo começa às 18hs, quando já está escuro em Ushuaia e um transfer te busca no hotel para te levar ao centro invernal. Uma vez no cerro, você irá começar a noite fazendo um passeio de moto de neve por uma estradinha incrivelmente bela! Depois, trenós puxados por huskies levam até um refúgio no meio do vale. Dá um pouco de dó dos peludos, mas eles são sensacionais!!! Eles são treinados para isso. O dono do Valle dos Lobos já foi campeão de corrida de trenós e cuida muito bem deles. Então, esqueça a dó e curta o passeio. No refúgio, é servido um chocolate quente e um bolinho e, em seguida, inicia-se uma caminhada com raquetes de neve. É super interessante. A caminhada é curta até a casa da administração do cerro Valle dos Lobos. Um jantar típico patagônico é servido, com direito a uma garrafa de vinho da bodega Del Fin Del Mundo (muito bom!), empanadas argentinas de entrada e um cordeiro patagônico de prato principal. A noite é incrivelmente linda!

Importante dizer que não só o Valle dos Lobos faz esse passeio. Na verdade, inúmeros centros invernais tem a mesma atração, alguns, porém, não tão completos como este. Cada agência dá um nome diferente a esse passeio. Fuegon Blanco é o do Valle dos Lobos.  O legal do Valle dos Lobos é que todo o trajeto se dá em uma floresta linda demais! E a paisagem é, sem dúvida, uma atração a parte deste passeio.

Um detalhe: como o passeio acontece à noite e ao ar livre, use roupas quentes e, se possível, impermeáveis. Não se esqueça do corta-vento!

O Valle dos Lobos também oferece atividades de neve durante o dia. É possível andar de moto de neve ou mesmo de trenós puxados por cachorros a parte.

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Outro passeio imperdível em Ushuaia é o de barco pelo Canal de Beagle. Contratamos o tour na agência Che Tango. Uma dica interessante é pagar pelo tour que sai pela manhã e no catamarã menor. Isso porque, como já mencionamos em outro post (Ushuaia – parte I – dicas iniciais), escurece cedo em Ushuaia, então , saindo de manhã é possível fazer todo o passeio ainda de dia. O catamarã menor é aconselhável, porque vão menos pessoas e não há briga por um lugarzinho no barco para uma boa foto! Durante o passeio você verá comorones, leões marinhos, condores e, se tiver sorte, até pinguins. Os pinguins, durante o inverno, migram para outras regiões, por isso, a chance de vê-los aqui nessa época é bem pequena. Nas outras estações, há uma parada para andar ao lado desses pequenos simpáticos… rsrsrs….

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Fazer uma travessia 4 x 4 com a Agência Canal Fun também foi um passeio bem legal. Passamos por lugares incrivelmente belos. Foi uma experiência bem divertida. Não vimos nenhum castor durante o nosso passeio, pois, no inverno, eles hibernam. Mas ficamos sabendo que eles são quase que uma praga aqui… rsrsrsr….

ImagemImagemImagemImagemImagem

Esquiar ou praticar snowboard na estação de esqui Cerro Castor é uma atração a parte em Ushuaia. Para quem nunca praticou essas modalidades – foi o nosso caso – é possível contratar uma aulinha por 2 ou 3hs. Valeu muuuito a pena! A estação de esqui é linda e tem várias pistas com diferentes graus de dificuldade. Não temos fotos dessas lindas pistas pois não chegamos a nos aventurar nelas. Ficamos apenas no pedacinho da estação destinado a aprendizes…. rsrsrsrs…

Uma dica que reputamos interessante: se for alugar equipamentos de esqui ou de snowboard, dê preferência para as lojas de aluguel da cidade, que possuem equipamentos a preços mais acessíveis. Deixar para alugar na estação de esqui do Cerro Castor sairá bem mais caro. Nós alugamos tudo na Jumping.

ImagemImagemImagemImagem

Outra visita que vale a pena em Ushuaia é ao Cerro Martial. Lá tem uma vista linda da cidade de Ushuaia e do Canal de Beagle. Nesse local , também é possível contratar aulas de esqui para principiantes. O preço é bem menor que o cobrado no Cerro Castor. Muita gente faz aulas aqui antes de se aventurar a esquiar no Cerro Castor.

Ao lado do Cerro Martial tem um lugarzinho super charmoso, a Cabaña Casa de Té. É muuuito fofa! Mesmo quem não é tão fã de chá, vale a pena pedir um, só para poder curtir a preparação do seu próprio chá. É uma graça! O lugar parece uma casa de boneca. Oferece fondue no jantar. Infelizmente não deu tempo de irmos.

Ushuaia - junho - 2013 514 Ushuaia - junho - 2013 516

Como falamos anteriormente, há vários centros de atividades de inverno em Ushuaia. O Centro Invernal Tierra Mayor, por exemplo, possui uma variedade enorme delas, como motos de neve, esqui de fundo, trenós puxados por huskies, entre outros. Lá há uma atividade que dura por volta de umas quatro horas e que se chama Experiência Huskie. Nela você apreende a comandar um trenó puxado por cachorros… Deve ser uma experiência bem legal, mas não chegamos a fazê-la… Nos limitamos a fazer o passeio de moto de neve. Dura uns 15min. É legalzinho, mas muito rápido. Além disso, o Centro Invernal Tierra Mayor não está situado em um lugar tão lindo quanto o Valle dos Lobos, onde fizemos aquela atividade noturna citada acima. De qualquer forma valeu pilotar um pouquinho na neve…rsrsrs!

ImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Tags:, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: